Ética

logoagnp2016

A AGNP subscreveu em Novembro de 2020 o Código de Ética no Desporto  comprometendo-se assim com o PLANO NACIONAL DE ÉTICA NO DESPORTO, promovido pelo IPDJ

Também nesta data foi aprovada a nossa adesão ao Cartão Branco e apresentamos a nossa candidatura á certificação da Bandeira de Ética, como reforço da promoção e apoio dos valores éticos no desporto!

A Ética no Golfe

Quando falamos de ética falamos da forma como nos comportamos.

A ética diz-nos como nos devemos comportar para não nos prejudicar ou prejudicar outras pessoas.

É a ética que nos faz pensar e nos diz se estamos a agir bem ou mal, ou se os outros estão a agir bem ou mal.

Código de Ética
Desportiva

Compromisso com a Ética
Desportiva

Educar para a Ética no Desporto

Documentação Técnica

logoagnp2016

COMITÉ DE DESENVOLVIMENTO E PROJETOS

david

David Aguiar

Presidente do comité e diretor da agnp

O Comité de Desenvolvimento e Projetos da AGNP é coordenado pelo Presidente e a sua equipa, sendo responsável pela produção de documentos normativos nas áreas: Desportivas/Academia; Valores e Ética;
Código Conduta; Regulamento Interno da Academia, Validação e Organização de ações de formação/sensibilização, Materiais (cartazes) alusivos aos valores éticos no desporto Recursos, ferramentas, instrumentos pedagógicos, ou de outra ordem que se enquadrem na promoção dos valores éticos no desporto.
Deve supervisionar todas as atividades desportivas, sendo responsável por premiar, sancionar e decidir sobre qualquer infração no clube.

Estas quatro temáticas estão sob a responsabilidade da comissão técnica, podem ser delegados em grupos de trabalho, de acordo com as diferentes necessidades do Clube e Academia. Esta comissão é revista bianualmente. 

O Presidente do Comité de Desenvolvimento e Projetos da AGNP para 2020/2021 é David Aguiar, Diretor desta AGNP.

PERGUNTAS FREQUENTES

CARTÃO BRANCO

É um recurso pedagógico que visa reconhecer e destacar comportamentos eticamente relevantes na prática desportiva.

Trata-se de um medida pioneira em Portugal e no estrageiro pois este cartão está a ser aplicado em quase todas as modalidades desportivas”.

O PNED-Plano Nacional de Ética no Desporto, em parceria com a CAJAP e a Coca Cola.

O Cartão Branco pode contribuir para a diminuição de ocorrências disciplinares, pode ajudar a reduzir a existência de ambientes desportivos desfavoráveis, pode contribuir para valorizar o papel do árbitro/juiz (não é só alguém que penaliza, como também o que elogia), etc

Qualquer  entidade  que  promova  atividades  desportivas  (por exemplo,  federações, clubes, municípios, associações sem fins lucrativos e outras)

Praticantes, dirigentes, equipa técnica e médica, público… 

O Cartão Branco pode ser exibido, tanto a nível individual (por exemplo, a uma atleta), como ao coletivo (por ex. equipa, espetadores)

O árbitro/juiz/mesa

Sim  (no  caso  das  federações,   desde   que  esteja   de  acordo  com  os  respetivos regulamentos específicos).



Sim. Pode ser aplicado, já que o Cartão Branco visa distinguir  um ato  de fair play, seja qualquer for a modalidade.

A exibição  junto dos escalões de formação é especialmente importante para o reforço de competências, a nível do desenvolvimento pessoal e social, contribuindo para  a assimilação e difusão de valores.

No entanto, o Cartão Branco pode ser mostrado em qualquer escalão/categoria, já que constitui também um estímulo para os próprios, mas também uma referência para os restantes  envolvidos na modalidade.

Apresentando uma manifestação de interesse, endereçada  ao Coordenador do PNED (disponível na área Documentos, designada por “Manifestação de Interesse”, no site do PNED)

Sim, mediante a assinatura de um memorando, a estabelecer entre a entidade e o PNED, na Cerimónia do Cartão Branco, a realizar anualmente

  • Um/a jogador/a ajuda o adversário quando este necessita de ajuda;
  • Um/a espetador/a apoia de forma positiva e com fair play ambas as equipas.
  • Um/a treinador/a incentiva os seus atletas a ajudar os adversários sempre que necessitem

Existe um campo “Documentos”, no final da página do site do PNED, onde podem ser encontrados documentos úteis para as entidades aderentes (http://www.pned.pt/recursos-pedagogicos/cartao-branco.aspx

Junto do PNED (endereçar um e-mail para jose.lima@pned.pt)

A ética no desporto

TESTEMUNHOS

"Se atentarmos no lema mil vezes repetido, “mens sana in corpore sano”, vemos que a mente não se quer forte, combativa, dominadora, mas simplesmente: sã."
Francisco da Costa-Cabral
Presidente da Federação Portuguesa de Bridge
"Os valores e princípios de cada um de nós não se aprendem em livros nem vêm escritos em normas e regulamentos ou decretos-lei. É algo que nos é inato, mas que é preciso construir-se."
GONÇALO CARVALHO
Cavaleiro Olímpico de Dressage
"Se tenho valores éticos e morais de que me possa orgulhar, devo-os à minha família e ao associativismo popular. Sem eles não seria o ser humano que sou"
Augusto Flor
Presidente da Confederação Portuguesa das Coletividades
"A prática desportiva pode e deve ser um elemento essencial na formação no corpo e no caracter do individuo"
Manuel Cidade Moura
Presidente da Federação Equestre Portuguesa